As amostras em função da época de pesca

Este é mais um daqueles “factores” a conhecer: a época em que se pesca; é que ela varia ao longo do ano. De facto os nossos amigos robalos não se alimentam da mesma maneira ao longo do ano, eles vão variando a sua alimentação. Começam normalmente por caçar pequenas presas e terminar com presas maiores e mais volumosas, com o objectivo de acumularem forças para o Inverno e para um período extremamente desgastante para eles: a desova.

No início da época, que coincide com o fim da desova (fins de Março), os robalos terão passado pelo período mais desgastante da sua existência (o Inverno e a desova) e terão tendência para procurar e caçar pequenas presas de que alimentarão.

tide minnow slim

Nesta altura as águas estarão um pouco mais frias (isto é relativo pois a temperatura na nossa costa não desce muito, mesmo no Inverno, abaixo dos 10/12 ºC, …e será isto frio…), mas enfim, é a altura por excelência de lhe apresentarmos pequenas amostras de meia-água, fundo ou pequenos jig heads de vinil que animaremos mais lentamente, já que ele se encontra um pouco “adormecido” com as temperaturas mais frias. Esta é também a altura de privilegiar os rattlins, com o objectivo de os ajudar e incentivar a atacar a nossa amostra.

tide minnow surf

Se bem que se possa pescar todo o ano com amostras de superfície, talvez esta não seja a altura ideal para se utilizar com mais frequência estas amostras. Á medida que a época avança apresentaremos ao nosso amigo robalo amostras mais volumosas, pois as águas terão tendência a aquecer, o que lhe provoca mais actividade e naturalmente o fará procurar as suas presas à superfície. Será então a altura de utilizarmos com mais frequência as amostras de superfície com a velhinha e mortífera Super Spook, o Z-claw, as Sammy, o Gunnish, os popper e muitas outras.

Logo a seguir ao Verão e antes do Inverno, começa-se a fechar o ciclo e os robalos terão tendência a capturar presas maiores para assim constituirem mais reservas para o período desgastante que se avizinha: o Inverno e a sua reprodução, completando-se assim mais um ciclo da sua vida. E lembrem-se, as fêmeas só atingem a sua maturidade sexual por volta dos 4/5 anos de idade e um comprimento superior aos 42 cm, por isso é nossa obrigação permitirmos que elas cumpram pelo menos uma vez na vida o seu dever: a reprodução.

Exemplares com menos de 42 cm de comprimento devem ser imediatamente libertados.

A Administração

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *