Código de Conduta

Vivemos num tempo em que assistimos à degradação constante e acelerada do meio ambiente e ao retrocesso do número de espécies e de capturas realizadas, tanto no rio como no mar.

Num tempo, em que as novas tecnologias de comunicação facilitam e divulgam novas técnicas, conceitos e estratégias a todos os Pescadores Desportivos e a outros menos desportivos. Ao incremento exponencial de novos praticantes nas mais diversas modalidades de pesca.

É portanto a hora de uma tomada de consciência séria  e definitiva sobre esta actividade a que nos dedicamos e tanto gostamos de praticar nas nossas horas de lazer. Tudo o que hoje fizermos será o legado e o exemplo que deixaremos ás gerações vindouras. Por isso a nossa responsabilidade é enorme e defendemos desde sempre a medida mínima de 42 cm na captura do Robalo (Dicentrarchus Labrax).

Este Código de Conduta dos membros do Fórum Pesca com Amostras, não é uma imposição, não é Lei. São isso sim objectivos, pontos de referência, metas a atingir, que cada um cumprirá de acordo com o que a sua consciência ditar.

Pesco por desporto e não como modo de vida.
Esforço-me por cumprir as regras de segurança. Um peixe não vale uma vida humana.
Sou consciente, tolerante e respeitador. Pratico uma pesca puramente desportiva.
Cumpro e respeito a Legislação da Pesca Lúdica em vigor.
Alerto as autoridades competentes em caso de flagrante incumprimento legal.

Comprometo-me a tentar libertar as fêmeas com ovas.
Observo e dou preferência a materiais biodegradáveis.
Mantenho e deixo os pesqueiros mais limpos do que os encontrei.

Amo a Mar, por isso preservo os seus recursos.
Mostro respeito por um grande exemplar pois sei que são cada vez mais escassos.
Olho o passado como uma lição pois tenho consciência que os recursos são cada vez mais limitados.
Sou capaz de partilhar e fazer de quem me rodeia um melhor pescador.
Tendo a praticar o “Pescar e Libertar” tanto no rio como no mar.
Restituo e liberto nas melhores condições os exemplares que não cumprem os tamanhos mínimos legais.
Apoio e participo em estudos e actividades que salvaguardem os recursos piscícolas.
Sei que os recursos não são inesgotáveis.

“Respeitem os recursos marinhos usando-os com parcimónia.
Não somos donos de nada neste Mundo, mas sim meros usufrutuários a termo certo.
Outros se seguirão a nós…os nossos filhos.”

Participe, colabore e divirta-se no PCA.
Liberte todos os exemplares que não tenham o tamanho mínimo definido pela Lei em vigor.
Seja consciente e pratique uma pesca desportiva.
Sempre que possível pratique o Pescar e Libertar.

Obrigado pela vossa compreensão,

A Administração

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *