Julho 2017

50 metros inesquecíveis!
por Miguel Pereira» 01 jul 2017, 23:06

Boas! Hoje fui ao rio mais uma vez! Fui até uma zona que gosto muito de pescar nesta altura do ano…muitas sombras, alguns poços, e ainda umas correntes…fracas…como que a disser-nos que não está para fazer grandes esforços, para não se cansar muito! Tal e qual, como nos….sem grandes esforços e sem grandes correrias no verão!

Entrei numa zona logo com sombras…os lançamentos teriam de ser milimétricos para passar por baixo dos ramos das árvores… para lamber os raízeirios e cair mesmo na zona mais sombria… e como habitual sem fazer grandes barulhos ou grandes agitações na água! Ao terceiro lançamento, sai duma sombra uma truta, que a meio do rio crava com um voracidade brutal!

Começava bem o dia! Andei 20 metros…apontei a outra margem, carreguei-me de coragem em fazer um lançamento que teria de ser perfeito…e a amostra cai mesmo na água de forma subtil…em cima de umas pedras que relezuiam com o reflexo do sol…..manivelada….e senti a amostra presa, outra manivelada….e vejo um lombo a estrabijar à tona de água….incrível! Uma bonita truta, que ainda me deu um bocadinho que fazer….mas com a mesma característica! Uma voracidade louca…. tinha acertado na hora que elas estavam a comer! Está tinha 30 cm…

Já não estava mesmo nada mal…. para 20 minutos de pesca! Andei 5 metros…e desviei-me um pouco para o meio do rio, para aproveitar uma sombra de um amieiro….lançamento um pouco mais distante para a amostra vir a trabalhar em perfeitas condições quando passasse nessa árvore….vejo uma vulto enorme a correr…..e de repente atira-se a amostra com uma força brutal….começo a tremer das perninhas…ela vem à tona e estrebucha….vejo um lombo enorme dourado….uma visão do paraíso na minha frente!

A trapara finalmente tinha que mostrar a sua fibra…. uma chiadeira linda saía do carreto…tive que a trabalhar bem, se ela saltasse era quase certo que teria uma das maiores desilusões da minha vida! Como não pesco com camaroeiro… se lhe tentasse por a mão, ela fugia com toda certeza… atras de mim tinha um pouco de areia em seco, tinha a solução!

Quando a ponho na areia…. soltei um grito de uma enorme alegria e satisfação….finalmente tinha conseguido uma truta digna desse nome no meu amado rio!

Linda linda ! 40 cm….e bem perto de kilo! Estava bem tratada… a minha cara diz bem o estado de alegria em que estava…. Faltava-me um peixe destes no currículo, para o libertar…. não é a mesma coisa libertar um peixe normal, ou o nosso recorde pessoal no nosso quintal! Faltava-me a prova dos nove para me considerar um pescador a sério!

Depois disto, sentei-me na areia….o coração estava a mil, as pernas ainda tremiam e a emoção acabou por se apoderar de mim! Podem não acreditar mas caíram-me umas lágrimas de alegria …e ao mesmo tempo as memórias que tenho com o meu Pai a ensinar-me a pescar, passaram na minha cabeça…e saiu-me um saudoso…”Obrigado Pai!” …refiz-me e lá fui eu! Não havia nada que me pudesse estragar o dia, estava apanhado de todo…

Fiz mais uns metros….e outra truta ataca loucamente a amostra! Esta escapou-se das mãos na hora da foto! Tinha 25 cm….ainda a tinha conseguido medir! Andei todo o resto da manhã sem mais nenhum toque, sem mais nenhum ataque, mas o que interessava isso? Tinha chegado mesmo na hora certa… e tinha sido devidamente recompensado!

E esta é a história dos meus mais loucos 50 metros de pesca!

PS: o desassossego do Mota continua!

Cana major craft Trapara
Carreto stradic 2500 fk
Amostra mepps n1 dourado e pintas pretas

Abraço!

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *