Junho 2012

Um peixe fantástico, um momento único

por Rui Coimbra » 05 jun 2012, 12:57

Tive dificuldade em escolher um título para este tópico. É difícil descrever o que vivi ontem ao final do dia, mas foi com certeza a mais fantástica experiência de pesca que já tive. Sabia que a zona tinha dado uns peixes e fui tentar a minha sorte depois do trabalho. Procurei um pouco e apostei numa só zona porque o tempo não era muito. Passado cerca de uma hora e com a maré em baixo estava a ver as minhas hipóteses de tirar um peixe a ficarem reduzidas.

Mesmo assim nunca deixei de acreditar porque o pesqueiro apesar de pouca água era o único naquela zona que me dizia que poderia ter alguma sorte. Num dos lances ferro um peixe e veio aquela alegria e adrenalina, mas de repente começo a ficar um bocado preocupado… A força do peixe era brutal e mesmo com o drag apertado como gosto de pescar o fio saía a uma velocidade incrível, fui fechando o drag mas o fio continuava a sair. Apertei mais um bocado mas nem assim parava e comecei a olhar para o carreto e para cana e a pensar se iria conseguir tirar este peixe. Que força meu Deus, pensava eu e olhava para o mar a tentar perceber as intenções dele.

O peixe a certa altura começou a parar e começou a nadar para os lados, sabia que tinha que manter a pressão e foi o que fiz. Ia puxando para mim aos poucos e devagar mas sentia que o peixe era pesado e a corrente jogava a favor dele, de vez em quando arrancava outra vez mas já não era aquela força inicial. Passado um pouco e com a ajuda da água consegui trazer o peixe até mim. O Robalo era enorme e era sem dúvida o maior que tinha tirado. Decido fazer mais uns lances e dou-me conta que estou cansado e com a respiração acelerada…pesquei mais uns minutos até me recompor e vim embora.

Fiquei com um misto de sentimentos e com pena de matar um exemplar assim mas decidi trazê-lo. De todos os robalos que trouxe para casa este custou-me mais. A morte nunca é bonita seja em que situação for. Temos mesmo que ter muito respeito pela natureza e pelo mar. É um privilégio enorme poder pescar um peixe assim.  Pelo momento, pelas sensações tão intensas, pelo ambiente que me rodeou sozinho numa praia aquela hora dentro de água até aos joelhos, com o sol já escondido no horizonte, pelo peixe absolutamente fantástico que pesquei, faço um brinde ao mar e à Natureza.

De vez em quando damos-nos conta que temos mesmo muita sorte em poder viver uma experiência destas. Jamais esquecerei este dia. Maravilhoso.

rui coimbra robalo 4kg

O Robalo tem 4kg e 73.5cms – um magnifico exemplar.

Ficha Técnica:
Cana: Major Craft Zaltz ML 9.6
Carreto: Shimano Stradic FJ 5000
Multi: Power Pro + Seaguar

Amostra: Daiwa Saltiga Laser Sardine 17cm

Rui Coimbra

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *