Maio 2013

Mais uma escapadela

por Pedro Tomás » 10 Mai 2013, 14:41

Boas pessoal, hoje voltei a ter um buraco na manhã que me permitiu ir dar mais uma escapadela ao Jamor lançar umas plumas. Quando cheguei ao “meu pesqueiro” vi logo que as condições eram prometedoras e que iam haver capturas pela certa. Bem, acabadinho de entrar na água, toca de começar a pescar. Tricóptero Goddard Caddis na ponta da linha e toca de começar a lançar. Comecei numa zona que tinha bastantes taínhas e uns quantos bordalos que conseguia ver. Primeiro lançamento, deixo fazer a deriva na zona de corrente e tive logo o primeiro ataque, que ferrei de imediato! Saiu logo um bordalo gordinho.

pedro tomas 1

Peixe para a água e vamos ao próximo. Comecei lentamente a subir o rio a meu gosto e ao fim de 5 lançamentos faço a primeira taínha do dia. Um boa taínha, lutadora e que deu bastante gozo.

pedro tomas 2

Uma pessoa a pescar confiante e com a “fézada” toda, começa logo a ver as capturas, e eu estava decidido a fazer bastantes hoje. Subo mais um pouco, faço mais dois lançamentos e tenho um ataque, tento ferrar mas não consigo. Volta a lançar e acontece o mesmo…o mesmo peixe atacou, em três lançamentos seguidos, três vezes a minha pluma, mas em nenhum dos ataques consegui cravar a taínha. Então chego a pluma à minha mão, já algo desconfiado que algo não estivesse bem e vejo que tinha um pequeno tufo de algas na ponta do anzol. Removo o tufo e volto a lançar…problema resolvido, a tínha ataca uma vez mais e desta não falho, ferro-a sem qualquer dúvida ou hesitação. Mais uma boa luta e outra bonita taínha.

pedro tomas 3

Continuo a seguir para a frente contra corrente, e lançamento atrás de lançamentos, mais peixes se sucederam.

pedro_tomas_4

Uma pequena taínha que deu um belo salto.

pedro tomas 5

pedro tomas 6

Outros dois bordalos… Finalizando este primeiro troço onde estive a pescar, subi mais o rio e saltei uma parte de muita corrente para uma zona mais calma que sei que os peixes apreciam muito e zona essa também onde comem muito à superfície. Começo a explorar o local com umas ninfas numa zona um pouco mais funda, onde fiz um pequeniníssimo bordalo que não me quis deixar fotografa-lo com o meu tele…voltei então a por um tricóptero e toca de pescar à superfície que é a pesca que mais gosto. Então tenho o ataque de mais um boa taínha, sendo esta a maior do dia…ferrei-a à primeiro e segui-se logo uma valente corrida que me vergou a cana toda e começou logo a levar linha. No meio da correria, a taínha desferra-se da boca e a pluma, enquanto lhe passava junto ao corpo, enfia-se no barriga…bem, nesse momento, a taínha parecia que tinha ganho mais forças, porque voltou a mandar mais um grande arranque. Pouco tardou até conseguir controla-la e mete-la a seco.

pedro tomas 7

Desta feita, tirei a pluma da barriga da taínha e libertei-a sem mais demoras…não sei bem o que é que a taínha andou a comer, mas estava bem gorda…Decidi então fazer apenas mais um ou dois lançamentos para ir embora. Ainda tirei mais esta pequenota e uma outra ainda mais pequena que não se deixou fotografar.

pedro tomas 8

Já bastante mais atrás no rio, e mesmo antes de arrumar o material, um homem vem falar comigo a perguntar se ali havia trutas…eu a rir digo-lhe que não e digo de seguida que a pesca à pluma não tem de ser apenas a trutas, e disse-lhe também que andava ali a apanhar taínhas e uns bordalos que por ali andavam. Ainda a mostrar o meu material ao senhor, tiro outro bordalito. Depois de libertar o peixe e deixar o senhor experimentar um pouco decidi arrumar de vez. Podia ter acabado a pesca, mas as surpresas não tinham acabado de certeza…o rio estava pejado de cobras, havia imensas hoje, e tive a sorte de presenciar uma cobra a apanhar uma enguia! Sim, também há enguias no jamor…e vi ainda outra cobra a apanhar pequeno bordalo…bem, as lutas entre as cobritas e as suas presas, dentro de água, são incríveis! No meio disto tudo, as carpas andavam todas doidas umas atrás das outras para procriarem e a fazerem espalhafato, pelo que nunca ligaram coisa alguma às plumas, uma vez mais…

Acabo assim o meu relato,

Grande abraço a todos

Ficha Técnica:
Cana e carreto fly decathlon
Linha wf decathlon com terminal cónico de ponta 0.20mm e 2.5m de comprimento
Plumas: Godard Caddis e Elkair Caddis (tricópteros); Pheasant tail ninph (ninfa)

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *