Maio 2014

Onde o caminho me levou…

por Nuno Ribeiro » 24 mai 2014, 10:59

Pois bem, ontem tinha feito uma pesca à noite e já aqui publiquei a foto noutro tópico. Tinha ficado frustrado dadas as boas trutas que me fugiram ontem e decidi hoje levantar-me bem cedo para aproveitar a maré baixa da manhã. A minha intenção era apanhar o primeiro autocarro da manhã, sair na última paragem e caminhar uns 2km até ao pesqueiro mais próximo. 5h da manhã, levanto-me, preparo as coisas e sigo caminho até à paragem do autocarro… passa a hora prevista e como nunca se atrasam estranhei. Olhei com melhor atenção para o horário da paragem e lá vi que havia uma outra tabela a dizer “Lørdag”… ou seja, sábado o primeiro autocarro era só às 10h. Já estava a pé e já, desanimado lá me decidi em pescar a 15min a pé de minha casa. Um pesqueiro com muito boa cara, que já tinha batido 2 ou 3 vezes sem ver qualquer sinal delas e bastante distante da foz dos 3 rios que desaguam neste fiorde (que são os rios por onde saem as trutas nesta altura). O pesqueiro é constituído por uma praia de seixos com cerca de 300metros, uma muralha de pedra de um lado da praia e do outro uma zona de recortes de pedra acessível para pescar.

Sem grande expectativa, comecei a pesca no limiar entre essa zona de pedra e a praia. Não vi qualquer truta a deambular ou a vir comer à superfície (coisa que se vê com bastante frequência por aqui, quando elas estão activas). Os primeiros 10 minutos foram infrutíferos… estava a lançar para a zona de praia e virei-me então mais para a zona de recorte rochoso. Poucos lançamentos depois vejo uma truta jeitosa a perseguir a colher mas sem atacar. 2 ou 3 lançamentos depois, estava distraído a ouvir uns sons que vinham do mar (já explico) e zás… marretada na cana e a truta a saltar. Que animal tão belo… não era a que tinha visto anteriormente, era maior! Linda com calma lá a trouxe até uma zona onde consegui ir junto à água e agarrei-a… Linda, a minha maior truta até hoje. Comprida mas muito magrinha (no Inverno por aqui quase não comem dadas as baixas temperaturas).

nuno_ribeiro_truta_1

Os tais sons eram respirações de cetáceos à superfície… estavam bastante longe mas a calmaria era total e não havia qualquer ruído. Estavam talvez a 1/1,5km de distância. Pelo tamanho da barbatana dorsal pareceram-me orcas… mas foi complicado confirmar. Eram maiores que os golfinhos que mais normalmente se avistam por aqui e mais pequenos que baleias. Um grupo talvez de 5/6 indivíduos que passaram a manhã a rondar aquelas águas

A pesca continuou animada… passado pouco tempo vejo outras 2 a perseguirem a colher mas não atacaram. Insisti, insisti no mesmo sítio mas mais nada se passou. Mudei-me então para uma outra pedra e decidi colocar uma amostra que nunca me tinha dado um peixe… uma Duo tide minnow sprint (deve ter uns 8cm e à volta de 10gr) de lombo negro, pintas de sardinha e barriga e cabeça rosa. 2 ou 3 lançamentos e aí está mais uma bela truta… não tão grande como a anterior mas mais energética e mais compostinha! Bela luta proporcionou…

nuno ribeiro truta 2

Nesse pesqueiro nada mais se moveu. Repeti o anterior e mudei-me… desta vez, um pesqueiro com mais algas e estava a pescar a uns 3 metros de altura da água (+águas límpidas como nos rios=visão brutal do que se passa). Decidi colocar uma colher ondulante dourada e pouco tempo depois vejo uma bela truta a vir atrás da colher, falhou o primeiro ataque… eu parei a recolha, recomecei e ZÁS!! Novo ataque e truta cravada… mais uma bela luta e lá a consegui encalhar num local acessível para lhe chegar.

nuno ribeiro truta 3

Reparem no arenque que regurgitou assim que a pousei… esta não se contentava com pouco Foi a truta mais bonita do dia… tinha um padrão espectacular!! Ainda não eram 8h da manhã e já estava de barriga cheia… que manhã Mas era tão cedo e lembrei-me que me tinha esquecido da Gopro na mochila que trazia. Nem é tarde nem é cedo… quero apanhar e libertar uma e filmar!!

Fui batendo mais uns pesqueiros e no 3º:

no primeiro lançamento do vídeo vi a truta a perseguir a colher (desta vez foi a de 15gr com holográfico) e de seguida fiz um lançamento curto na direcção para onde ela nadou. Foi quase imediato como podem ver… Estou deliciado, de barriga cheia de pesca… hoje é daqueles dias em que não consigo imaginar como poderia ser melhor um dia de pesca!!

Para quem tem curiosidade no material, aqui fica a ficha técnica:
Cana: Ron thompson tyran 4 partes 2,70m 20-60gr
Carreto: Shimano rarenium 4000
Linhas: PP 20lb + tubertini 0,30mm
Amostras: Colheres ondulantes GTbio de 20gr (prateada e dourada), de 15gr com holográfico e Duo tide minnow sprint

Abraço

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *