Novembro 2018

Não foi como na América nem como no Japão, mas foi à Japonesa!

por Filipe Pantana » 19 nov 2018, 12:34

Caros confrades, Pois é, já há muito tempo que não fazia aqui qualquer tipo de relato. Talvez por não andar com vontade porque não há reciprocidade, ou porque não tenho andado com tempo para andar à pesca. Pronto, é a vida, agora decidi partilhar com vocês aqui uma pescaria que não foi a melhor, mas talvez das mais complicadas devido que sai de casa com o propósito de apanhar um peixe a cima dos 50cm apenas com uma cana e duas amostras. Sexta-feira, dia de sol espetacular e no Sábado com previsões de temporal, a mudança do tempo eram as condições quase perfeitas para se apanhar uma big mama!

Pesca combinada com destino a duas lagoas ali para a minha zona de conforto. Já há uns tempos de andava a namorar uma super vara e então lá perdi a cabeça e Sábado era o dia de ela ver chaparros. De manhã na primeira lagoa, andei lá a batalhar e a batalhar e lá para as 10.30 lá consegui tirar um peixe de 600g com uma DRT Tiny Klash com V-tail. Como não era o alvo pretendido, foi imediatamente devolvido sem ter direito a foto.

Assim de repente levanta um vento forte e estava com ar de chuva, foi a altura de ir à procura da bifana e decidir-mos qual iria ser a nossa vida da parte da tarde. Então lá decidimos ir a uma lagoa que se tinha de andar ai uns 2km a pé. Então uma cana, uma amostra no bolso, outra na cana e régua no bolso e lá fomos nós… Chegados lá, o meu colega tira logo um peixe de 500g a crank, pensamos logo que ia ser festival, eu com TK montada que é um género de crank/swimbait estava a pensar que ia ter uma tarde espetacular… MENTIRA!

Dei quase a volta à lagoa e nem um ataque tive. No entanto, mudo de amostra e monto uma Megabass I-Slide 185 e lanço para o meio dos buracos de ervas, a ver se me safava… Durante mais uma hora a por a amostra em todos os cantinhos e nada, mas pronto a pesca com swimbaits é assim mesmo! A dada altura lanço para um buraco, glide para um lado, pause, glide para o outro, pára e começa a flutuar e só vejo uma coisa a vir do fundo com uma fúria incrivel em direção à amostra e PUUUUUUUUM!

Um estoiro incrível no swimbait a 1.5m dos meus pés. E tenho de dizer que a vara que tanto namorei, fez incrivelmente bem o seu trabalho! Bem, eu estou numa fase de pesca que desisti de pesar os peixes… Eles engordam e emagrecem… e às vezes não é justo… Então já há uns tempos que só os meço e o objectivo são peixes a cima dos 50cm e este é o 15º este ano.

Bem, com isto deixo aqui mais um diazito de pesca que nesta altura do ano, a pesca faz-se de oportunidades! Há que não desperdiçar nenhuma!

Cana: Gan craft Killers Dead Sword 7’1″ XH

Carreto: Daiwa Tatula HD 7.3:1

Fio: Mono 0.45mm

Amostra: Megabass I-Slide 185

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *