Outubro 2011

Bela estreia do TwinPower
por Francisco Lemos» 25 out 2011, 22:22

Após um domingo de pesca á civil com os nossos amigos José e Raul em que a única captura foi uma lula ao spinning, desafiei-os para na quinta-feira a seguir ir mandar mais umas varadas, pois o mar iria finalmente cair e eu andava mortinho por estrear o meu novo TwinPower mas nem um nem outro me podiam acompanhar devido aos seus afazeres, então resolvi telefonar ao meu outro companheiro de pesca o Paulo se me queria acompanhar. Tudo combinado chega-se o dia, eu saio mais cedo meia hora para fugir á hora de ponta e tentar chegar ao mesmo tempo do meu amigo.

Chegado ao local equipei-me e como ele ainda não tinha chegado resolvi ir fazer uns lançamentos para um molhe onde já tinha sido feliz, desci abaixo ás pedras e fui fazendo uns lançamentos e nada, mas também estava numa de passar o tempo, só que o tempo foi passando e nem sinal de peixe nem do Paulo e eu «bem deve estar atrasado». Subi o molhe e olhei para aquela praia e reparei que o mar tinha ali qualquer coisa de diferente que em outras ocasiões não se verificavam e digo cá para comigo «xico que estás aqui a fazer, vai lá, o mar está bom e nunca se sabe quando é que eles não andam lá» e fui, havia alguma gente na praia pois estava um final de dia espectacular e era feriado municipal de Aveiro. Desço á praia e começo logo a varrer aquilo a eito por ali acima e cada vez mais me cheirava a peixe pois aquele mar não enganava.

Até que chego para aí a meio da praia e «Pumba» cacetadão zzzzzzzzzzzzzzzz é pá este é bom, nunca nenhum até ali me tinha batido assim, toca a puxá-lo e zzzzzzzzzzzzzz mais uma arrancada e eu num vai e vem para cima e para baixo a acompanhá-lo e ao fim de alguns minutos tinha-o cá fora, um belo peixe, bom isto promete e toca a continuar e Paulo nem vê-lo, sigo mais uma dezena de metros para cima e «Pumba» outra vez zzzzzzzzzzzzzzzzzzzz e desta vez as cabeçadas eram muito mais violentas «Pumba Pumba» e arranca zzzzzzzzzzzzzzzzzzz e eu com a adrenalina já ao máximo até me doía a pele da barriga eu a puxar para cá e ele para lá e ao fim de poucos minutos com a ajuda da arrebentação já estava cá fora. E este sim sem sombra de dúvida era o meu melhor peixe até àquele dia. Nunca tinha contemplado um animal daquele porte, estava capaz de rebentar de contente não estivesse tanta gente por lá a ver e punha-me aos pulos qual criança que lhe deram um brinquedo novo.

Mas não havia tempo a perder e toca a voltar á faina, mais meia dúzia de lançamentos e «Pumba» zzzzzzzzzzzzzzzzz mais um, umas traulitadas mas nada que se comparasse com os anteriores, com facilidade saltou logo cá para fora e juntei-o aos outros dois na mochila que já quase que rebentava pelas costuras e resolvi ligar ao Paulo para saber o que se passava e diz-me ele que já andava no sitio combinado que tinha passado por mim e acenado e eu nada, digo-lhe eu «ainda bem que eu não te vi, já cá cantam três» ele em pouco tempo pôs-se logo ao pé de mim. O certo é que ainda continua-mos por mais algum tempo e zero nem mais um saiu, entretanto vim embora pois já tinha a estreia do TwinPower feita e que estreia, o Paulo ainda ficou mas não tirou nada. Na sexta-feira ainda volta-mos lá e ainda deu um a cada um de 1,5 kg não foi mau. No sábado não fui pois tive que ir trabalhar, foi o Paulo mais outro amigo e nada….

francisco lemos robalos 1
 O primeiro com 1,900 kg
francisco lemos robalos 2
O segundo com 4 kg
francisco lemos robalos 3

O terceiro com 1,300 kg

Material:
Cana: Shimano Beast master
Carreto: Shimano Twinpower 5000 cfc
Linha: Power pro 0.19 verde
Amostra: Sasltiga Laser Sardine 17 cm

Francisco Lemos

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *