Setembro 2016 (1)

A primeira captura…
por Tiago Almeida» 07 set 2016, 23:03

Boas a todos, como o título indica vou relatar a minha estreia, o meu primeiro robalo ao spinning. Como é sabido, acabei de adquirir o meu primeiro conjunto de spinning e tive a sorte de o conseguir testar com a minha maior captura de robalo até hoje. Pois bem, chega as férias e como sempre, vou pescar o máximo de dias que posso. Dia 22.08, pesca combinada com o André e o Luis na Figueira para a estreia do meu conjunto.

Chegamos ao sitio combinado um pouco atrasados mas a tempo de ver o André a sacar um belo robalo para nos abrir o apetite de por as amostras na água. Mas depois da captura do André nem mais um toque para ninguém. Encerrada a manhã de pesca e logo ficou combinado voltar no dia seguinte, mas sem a companhia do André e do Luis que não podiam ir.

Não foi no dia de estreia, mas ao 2o dia de teste foi de vez. Pois bem, tudo se passou no dia 23.08.2016 , dia esse que jamais esquecerei. 5h30 e la estávamos nós no sítio do costume. Eu o meu pai e o meu irmão Filipe. Amostras na água e toca a bater a zona. Tira amostra, mete amostra, e nada. Passado ai cerca de talvez 1h30 de pesca, troco amostra e decido usar uma que nunca tinha usado, fiz 3 ou 4 lançamentos com ela e ZZZZZZ… ao início pensei que fosse pedra, mas quando vi a cabeça ao cimo da água e depois o bater na cana, nem queria acreditar… mandei logo um grito “ao pai e ao mano ” e la vieram eles tão ou mais contentes que eu por me ter estreado… (logo mandei o meu pai lançar la no mesmo local a ver se andava la outro perdido mas sem sucesso..)

infelizmente não deu a luta que normalmente um robalo costuma dar ( pela experiência que tenho na pesca de boiá), pois ferrei o peixe já muito perto da rebentação, mas a felicidade que tive em ver aquele cabeçudo ao cimo da agua, e acima de tudo de poder partilhar este momento em família, não tem explicação!! Agora sim, fiquei completamente viciado nas amostras, foi uma sensação única, um momento que jamais esquecerei…

Nesse dia o meu irmão ainda tirou um pequeno, mas foi devolvido ao mar.

Voltámos no dia seguinte com a companhia do André, e o meu pai tirou um pequeno, peixe esse devolvido ao mar…

Na semana seguinte fui até ao Algarve uns dias, tendo feitos uns lançamentos e inclusive uma noitada, capturando 2 cavalas pequenas, as condições não eram boas de todo para a prática. Acabadas as férias foi tempo de regressar a Suiça, para mais uma etapa. Ao pessoal que vi e ao pessoal que não vi e não tive oportunidade de passar uns bons momentos, ate breve para umas pescas e uns peixes.

Ficha Técnica :
Cana : vega akada 300
Carreto : Shimano symetre 4000
Multi/Mono : Sufix 832 0.18 / Fluorocarbono gorilla 0.35
amostra : max rap 15 cm FHC

Grande abraço e boas pescarias a todos.

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *