A Cavala da Índia – Wahoo

Cavala da Índia, Wahoo, Peto, Ono, Jack Mackerel, Queenfish, Springer, são alguns dos nomes pelos quais é conhecido este campeão de velocidade dos mares, objecto de desejo de todos os pescadores de Big Game Fish.

Peixe da família dos Scombridae tal como a Serra (Sarda sarda), o Bonito (Katsuwonus pelamis) e o Atum Patudo (Thunnus obesus) para citar alguns, apresenta um corpo alongado de tom predominantemente azul, o dorso num azul-esverdeado iridiscente, enquanto os flancos são prateados com um padrão de riscas verticais azuis. Este maravilhoso colorido desaparece rapidamente após a morte.

A boca é larga, provida de dentes curtos e bem agrupados, e coberta por uma prega de pele quando fechada.

wahoo 2

O crescimento é muito rápido (um exemplar capturado e marcado com 5 kg, foi recolhido 10 meses mais tarde com 15 kg) e pode atingir cerca de 2,5 metros e pesar até 90 Quilos. O recorde IGFA para este peixe apanhado com linha e anzol é de 71.9Kg.

Está entre os mais rápidos peixes pelágicos, chegando a atingir as 60 milhas/hora, e alimenta-se desde cavalas, sardinhas, peixes voadores, balyhoos e outros peixes, até lulas.

Vive em águas tropicais e subtropicais de todo o Mundo, podendo migrar para águas temperadas durante o Verão, tende a ser solitário mas podendo ser ocasionalmente encontrado em pequenos cardumes de não mais que 3 ou 4 indivíduos, e é muito apreciado como game fish pela sua velocidade, capacidade de luta, e pela sua muito saborosa carne, branca e delicada.

wahoo 3

Como curiosidade refira-se que é normalmente encontrado no estômago deste peixe um verme gigante (Hirudinella ventricosa), que parece não o afectar e que não afecta a parte do peixe habitualmente consumida pelos humanos.

Normalmente não é o alvo directo e objectivo dos pescadores mas é capturado muitas vezes quando se corrica nas águas azuis a outros pelágicos como os Marlins e os Atuns.

wahoo 4

La Gomera, Ilhas Canárias, Julho 2006

Quando a pesca lhe é especialmente dirigida, então tudo muda. As velocidades de corrico passam para os 20/25 nós, com amostras que se mantenham com um trabalhar efectivo a estas velocidades, isto é, amostras que se mantenham na água e na sua subcapa. Uma presa a tentar fugir a uma velocidade de 25 nós, é uma brincadeira para o Wahoo.

wahoo 5

Ballyhoo montado

Só no caso de se usar iscas naturais, geralmente ballyhoos, é que a velocidade de corrico passa para a casa dos 10/15 nós.

wahoo 6

O uso de Leaders em aço é indispensável na pesca deste predador, existindo montagens especificas para esta pesca.

wahoo 7

Quando ferrado é bastante combativo e os grandes exemplares dão uma luta tremenda com constantes tiradas e corridas de muitas dezenas de metros, o que dá um prazer indescritível. É sem dúvida um dos peixes que mais prazer me dá pescar.

luis vicencio wahoo

La Gomera, Ilhas Canárias, Julho 2006

Luís Vicêncio

Facebooktwittergoogle_plus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *